Você está acessando como visitante. Cadastre-se ou faça login para enviar comentários, divulgar eventos, etc.

Especial Finados: A dor da perda de um filho e a reconstrução da vida.

31 de outubro de 2012

System Messages

  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
  • You must enable the PECL memcached or memcache extension to use memcache.inc.
×

Pela ordem natural da vida os pais devem falecer antes dos filhos.

Mas isso nem sempre acontece e muitas vezes, sem nunca esperar, os pais se veem sem os filhos, quando estes morrem antes mesmo de nascer, morrem logo ao nascer ou um acidente ou doença os levam praticamente arrancando o chão e o céu de seus pais, os deixando um vazio imenso.

A mãe Luci Graner, de Taubaté (SP), já passou pela experiência dolorosa da perda de três filhos, um na ocasião de um aborto espontâneo, outro que nasceu prematuro e viveu por algumas horas e um que aos 18 anos  perdeu a vida num acidente de carro.

Ela conta que são três dores diferentes, porém intensas. A mais dolorosa delas foi a perda do filho em plena juventude.

“Não são dores iguais, o mais difícil e doloroso foi perder meu filho primogênito num acidente de carro em plena juventude, com 18 anos, ele era um ser humano incrível, não tinha quem não gostasse dele”, emociona-se.

A forte mãe Luci também conta de uma experiência que a feriu muito por se tratar de irresponsabilidade profissional.

“O meu filho que nasceu prematuro e viveu algumas horas foi difícil também, pois por negligência médica ele não sobreviveu, fiquei muito revoltada, se eu tivesse dinheiro tenho certeza que ele teria sobrevivido”, desabafa.

Mas, tanta dor ainda encontra resposta para a perda de um bebê ainda na barriga.

“O aborto foi difícil também, no comecinho da gravidez, e eu pensei, se aconteceu é porque tinha que ser. Talvez não fosse à hora ainda”, acredita.

Com tudo isso que aconteceu em sua vida, a forte mãe afirma que a força maior é Deus, a fé é a maior necessidade nesses momentos.

“Encontro forças primeiro em Deus, a fé te dá uma força incrível, em segundo lugar penso nos meus outros filhos que tenho vivos, na ocasião em que meu filho faleceu em acidente tinha apenas a minha filha que precisava de mim, pois ela estava entrando na adolescência, uma fase difícil enfrentando uma perda terrível e em terceiro lugar como dizem, o tempo é o melhor remédio para amenizar a dor dessas perdas”, conta.

As pessoas da família estão presentes em nossas vidas em todos os momentos de alegria e tristeza, para Luci o conforto em Deus e na sua família foi e é essencial para continuar com a vida.

“Encontrei apoio em Deus, na minha filha, na minha mãe e em todos aqueles que me ampararam e me confortaram nesses momentos”, disse.

Para apoio e auxílio às famílias e principalmente às mães existe a terapia do luto. 

A terapeuta do luto e médica paliativista, Dra. Adriana Thomaz, explicou que a terapia do luto é indicada a pessoas que perderam algum ente querido, que se sentem desamparados e que necessitam de algum acolhimento emocional.

A terapia segue conceitos de John Bowlby, segundo doutora Adriana, a teoria do apego identifica o luto como o período após a perda e como encontrar recursos para continuar a vida sem o ente querido.

“Na verdade leva a pessoa a reconstituir sua vida sem a presença daquela pessoa querida e identificar recursos internos e externos para viver sem ela”, explica.

A terapia do luto é um espaço que permite manifestar tristeza, questionamento, a busca do sentido da vida daquela pessoa que perdeu alguém. Entre as dúvidas práticas está o desapego aos objetos pessoais do ente que se foi.

“Especialmente as mães têm muitas dúvidas, por exemplo, como desfazer das roupas e objetos do filho que faleceu? Na terapia do luto a gente esclarece essas dúvidas e autoriza essa mãe a sofrer, mas também a encontrar alegria para voltar a viver normalmente”, relata.

Segundo Luci, na ocasião da perda do filho jovem, as roupas e sapatos foram doados, mas os que ele mais gostava foram entregues aos amigos e primos próximos, para ela as lembranças ficam em poucas coisas, mas com muita saudade.

“No começo é muito difícil você se desapegar, pois como não tem mais a pessoa física ao seu lado a gente se apega aos objetos pessoais. Mas dei a maior parte das roupas e sapatos. Algumas coisas que ele gostava mais eu entreguei para alguns amigos e primos, o que tenho guardado comigo são principalmente as fotos, álbum de formatura, cartões de dia das mães, bilhetes, tudo isso com muita saudade” descreve.

Fonte:A12

Últimos Tweets